SECRETARIADO

Portrait photo of Caroline Kende-Robb

Caroline Kende-Robb – Diretora Executiva

Caroline Kende-Robb é a diretora executiva do Africa Progress Panel. Antes de entrar para esta organização, trabalhou no Banco Mundial e no Fundo Monetário Internacional durante 16 anos como diretora superior e perita técnica nas regiões de África, Europa, Ásia Central, Ásia Oriental e Pacífico.

No Banco Mundial, Caroline liderou equipas de peritos técnicos na implementação de empréstimos e subvenções da instituição e efetuou estudos políticos sobre um leque de problemas globais, incluindo as ligações entre as políticas macroeconómicas e os efeitos sobre a pobreza, os conflitos e fragilidades, as alterações climáticas, a justiça social e a crise financeira. No Fundo Monetário Internacional, foi a primeira consultora de desenvolvimento social e pobreza recrutada pela instituição para gerir a introdução de uma perspetiva social e sobre a pobreza nos programas macroeconómicos e no diálogo político do Fundo.

Caroline iniciou a sua carreira de gestão em 1983 com uma passagem de cinco anos pelo setor privado. De 1989 a 1993, esteve radicada na Gâmbia. Trabalhou inicialmente para a União Europeia e o governo gambiano, como consultora de negócios e desenvolvimento das comunidades da VSO, num projeto de desenvolvimento pesqueiro baseado numa pequena aldeia piscatória da costa atlântica. Era então diretora de trabalho de campo na África Ocidental para a Africa Now, uma pequena organização da sociedade civil. Seguiu-se o trabalho para o PNUD, na Gâmbia, como ponto focal para a atenuação da pobreza.

Caroline é administradora da Mara Online e faz parte do Conselho da Agenda Global do Fórum Económico Mundial para a Justiça. É também consultora da CAMFED, uma organização da sociedade civil vocacionada para a educação das raparigas em África, e embaixadora da Protect African Lions. É autora de muitas publicações, incluindo “Can the Poor Influence Policy?”, um livro publicado conjuntamente pelo Banco Mundial e o FMI. Possui uma licenciatura em Geografia e um mestrado em Política Social pela London School of Economics.

Segue Caroline no Twitter @carolinekende

Do diretor-executivo

max-170

Max Bankole Jarrett – Diretor Adjunto

Max Bankole Jarrett é o Diretor Adjunto do Africa Progress Panel. Possui uma experiência profissional de mais de vinte e três anos em assuntos políticos e socioeconómicos como locutor internacional, redator e analista no setor da comunicação social; e, na qualidade de assessor de Direção Executiva, redator de discursos e líder de equipa no âmbito do sistema das Nações Unidas. As suas funções mais recentes como responsável da ONU incluíram o cargo de Consultor do Diretor Executivo da Coligação para o Diálogo sobre África (CoDA), um grupo de reflexão de orientação estratégica que reúne um conjunto de partes interessadas com o intuito de promover o diálogo e que constitui uma plataforma para dar voz aos africanos.

Entre 1990 e 2011, Max trabalhou no World Service da BBC em Londres, na edição, produção e apresentação de “Network Africa” e “Focus on Africa”, os premiados programas radiofónicos de atualidades da BBC, difundidos junto dos seus ouvintes em África. Durante esse período, elaborou igualmente análises e relatórios nacionais para a Economist Intelligence Unit.
Max é atualmente membro do Conselho de Governadores de Africa 2.0, uma rede pan-africana da sociedade civil constituída por dirigentes jovens e emergentes de África e da diáspora. Tem ainda assento no Conselho Consultivo do Centro para o Desenvolvimento Sustentável em África, sediado em Washington DC.

Max licenciou-se em Economia com distinção pela Faculdade de Economia e Ciência Política de Londres e fez um mestrado em Estudos Africanos (Especialização: Economia Política da África Tropical) em 1996 na Escola de Estudos Africanos e Orientais da Universidade de Londres. Nasceu relativamente perto do oceano Atlântico em Monróvia, na Libéria.

Segue Max no Twitter  @mbankolej

damien-7dec

Damien Naon-ib Somé – Bolseiro de investigação

Damien Naon-ib Somé é um assistente de comunicação e investigação que se dedica ao contacto com o público francófono em representação do Africa Progress Panel.

Damien nasceu e cresceu no Burkina Faso, onde iniciou os seus estudos antes de os prosseguir no estrangeiro, primeiro em Taiwan e agora na Suíça. Está atualmente no segundo ano do programa de Mestrado em Assuntos Internacionais do Instituto de Altos Estudos Internacionais e do Desenvolvimento em Genebra.

Damien já trabalhou no setor privado e em organizações sem fins lucrativos. É fluente em três idiomas: francês, inglês e mandarim. Interessa-se pelos esforços de liderança e empreendedorismo jovem em África. Mais especificamente, está a liderar uma iniciativa de incubação de empresas que visa fomentar jovens empreendedores e ideias inovadoras no Burkina Faso.

Segue Damien no Twitter @n_damien

ABOUT_Peter_da_Costa

Peter da Costa – consultor superior de comunicação estratégica e política

Peter da Costa é um especialista em comunicação estratégica e política de desenvolvimento com uma extensa carreira de mais de duas décadas em África, bem como na área das questões e iniciativas globais. Jornalista de formação, foi repórter na África Ocidental, no início da década de 1990, trabalhando para variados órgãos de comunicação escrita, radiodifundida e multimédia. Em 1994, tornou-se diretor regional de África da Inter Press Service, uma agência global de comunicação de desenvolvimento e média, e mudou-se para o Zimbabwe.

Em 1997, foi nomeado consultor superior de comunicações do subsecretário-geral e do secretário executivo da ONU, na Comissão Económica das Nações Unidas para África, sediada na Etiópia. Em 2003, deixou a ONU para efetuar estudos de doutoramento na Escola de Estudos Orientais e Africanos da Universidade de Londres, tendo subsequentemente obtido um doutoramento em Estudos do Desenvolvimento. As suas áreas de especialização incluem: conversão da investigação em políticas, comunicação estratégica, monitorização e avaliação e desenvolvimento organizacional. Presta frequentes serviços de consultoria a agências multilaterais e bilaterais do desenvolvimento, fundações filantrópicas e organizações da sociedade civil. Tem raízes na Gâmbia e no Gana, vivendo atualmente em Nairobi, no Quénia.

Segue Peter no Twitter @PeterdaCosta2